sexta-feira, 6 de abril de 2012

As Ciências nas séries iniciais

Para desenvolver o interesse e o aprendizado real, as crianças necessitam de atividades que passem por simples brincadeiras, nas quais o aprendizado seja associado a atividades prazerosas e saudáveis ao mesmo tempo. A fantasia é uma parte importante do universo da criança, sendo normal a criação de personagens e encenações nas quais as crianças assumem papéis que estimulam a imaginação e a tomada de atitudes. Toda criança gosta de brincar. Enquanto brinca, a criança repete atitudes predominantes do meio em que vive, aprendendo, então, como se expressar e se integrar na sociedade. Portanto, é brincando que aprende aquilo que ninguém pode lhe ensinar. Para isso, precisa ter oportunidade de brincar, pois, enquanto brinca, ela se conhece e se socializa. A criança tem o brinquedo como um companheiro em suas brincadeiras, manipulando-o ela faz descobertas, entra num mundo imaginário, de sonhos e fantasias. Quando brinca, a criança toma certa distância da vida cotidiana, fica em seu próprio mundo, desfrutando de seus sentimentos de liberdade, vivendo o ser criança. O brincar não pode jamais ser visto como uma perda de tempo, é coisa séria, não é apenas diversão e deve ser pensado como essencial em qualquer idade.As experiências do brincar na escola auxiliam a formação de vínculos entre alunos e professores e certamente facilitam a aprendizagem. Brincar faz parte do desenvolvimento sadio e pleno dos indivíduos Na educação, a brincadeira funciona como uma vivência ou uma simulação de experiências e conteúdos, aproximando-os do universo dos alunos. Independente da idade dos participantes, as brincadeiras criativas resgatam o caráter lúdico, o prazer, a alegria, o poder de imaginar e criar próprios do ser humano. b) Escreva duas sugestões de atividades de ciências para desenvolver em um planejamento de aula com as séries iniciais. O Brincando com o corpo e com os sentidos. Objetivo: Estimular as crianças a :rolar.agarrar. sentar engatinhar. Estimular o raciocínio e a atenção. Estimular a socialização Estimular as crianças a explorar todos os 5 sentidos de forma abrangente. Desenvolver a imaginação e a criatividade; Identificar suas preferências em relação a tudo o cerca, a sua realidade; Formar próprios conceitos através de descobertas e experimentações; Integra-se ao grupo, sabendo esperar a sua vez; Expressão por meio de desenho de forma livre e espontânea, sem intervenção direta; Participação em atividades utilizando, filmes, historias, revistas e fotos, proporcionando reconhecimentos e identificações, por meio de visualização de certas imagens e personagens. Desenvolvimento :Num primeiro momento organizar a turma em trios e propor a brincadeira João bobo,em que o aluno fica no centro com o corpo rígido deixando-se movimentar para frente e para trás pelos dois colegas. Numa segunda brincadeira,ainda nos trios,propor que um aluno seja marionete-deixando os outros dois colegas manipularem seu corpo,adaptando o a diferentes posições,de acordo com situações ou sentimentos que queiram expressar,sugerimos que revezem dentro do grupo de três. • Numa terceira brincadeira o professor deve orientar, com uma música clássica ao fundo, que os alunos, de olho fechados, toquem cada parte do corpo: cabeça, cabelos, rosto, braços, mãos, pernas, pés, barriga etc. • Em seguida, cada aluno deitará em uma folha grande o suficiente para que a professora ou os colegas contornem o perfil do seu corpo. • Todos com seus perfis contornados deverão completar a figura de seu corpo acrescentando detalhes que o identificam; • È interessante que tenha um espelho grande, onde o aluno consiga se ver inteiro e observe cada detalhe antes de desenhar: • Concluir com a montagem de um mural com os auto-retratos do tamanho natural da criança. • Deixar que os alunos se expressem livremente,fazendo as devidas colocações e orientações • Ao fim da conversa sugerimos o trabalho com as músicas já bastante conhecidas em sala de aula,as quais as crianças adoram: • 1-partes do corpo: Cabeça ,ombro,joelho é pé,mostrar as gravuras e pedir que indiquem as partes do corpo Relaxamento:colocar uma música calma e pedir que se sentem no chão com os olhos fechados . 2ª Atividade Os sentidos: Já tendo explorado bastante as partes do corpo, observando no espelho,dançando, tocando,relaxando... • Visão: mostrar figuras coloridas pequenas, médias e grandes; figuras pretas e brancas penas, médias e grandes; mostrar de longe, de perto. De muito perto – sempre perguntando o que estão vendo e como. Provocar os alunos para que percebam a importância da visão. E repetir a pergunta: Para que servem os olhos? • Audição: Brincar de identificar sons de instrumentos, da natureza, vozes, barulhos em geral; falar em baixinho, falar alto, propor que todos sussurrem, gritem, fiquem em silêncio. Enfim , através de diversas brincadeiras provocar para que percebam a importância dos ouvidos e da audição. Repetir a pergunta: Para que servem nossos ouvidos? • Olfato: Brincar de distinguir diferentes cheiros de olhos verdeados –Dizer cheiros que agradam e os desagradam – provocando-os até perceberam a importância de nosso nariz, de nosso olfato. • Paladar: Brincar de provar diferentes tipos de alimentos de olhos vendados – provocando-os até perceberem a importância de língua, de nosso paladar. • Tato: Brincar de sentir diferentes texturas: algodão, lixa, espoja, água fria, água morna, gelo etc. – Provocando-os até perceberem a importância do tato, de sentir o toque. O professor pode criar uma caixa fechada com um buraco apenas para caber aos mão das crianças, e dentro dele devem conter diferentes materiais onde poderão tocar e dizer o que sentem se é macio ou áspero. Outra brincadeira legal é: de olhos fechados, descobrir em que parte dos eu corpo o colega está tocando. Brincar com o corpo: O professor deve propiciar atividade diversas se psicomotricidade: - Pular em um pé som ao ritmo de uma música; • Andar em cima de uma linha traçada no chão com bola na mão; • Subir e descer escadas ao ouvir determinados sons; • Engatinhar, saltar, com ritmo ou livremente; • Virar cambalhota com auxílio do professor em um colchonete; • Vestir e desvestir-se, com a roupa pedida, a cada ordem do professor ; • Dançar em diferente ritmos; • Imitar animais; • Pular entre bambolês; • Andar em curvas; • Arremessar e agarrar bolas; • Brincar de morto-vivo; • Brincar de Estátua; • Brincar de quebra cabeça;

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário